Produto
Demo
Blog

Conheça a startup alemã ECOMPLY: Entrevista com o CEO, Hauke Holtkamp

ECOMPLY.io é uma Privacy Tech desenvolvida e localizada na Alemanha, e está listada pela IAPP - International Association of Privacy Professionals como uma das tech vendors do segmento de data privacy. Sua solução SaaS auxilia DPOs, escritórios de advocacia e consultorias a atender seus clientes nos projetos de adequação e na implementação de programas de conformidade com o GDPR e, agora, com a LGPD. Para contarmos um pouco mais sobre a história da ECOMPLY, entrevistamos Hauke Holtkamp, o CEO da empresa, que compartilhou não só os detalhes por trás da criação da startup, mas também seus insights sobre o cenário de inovação na Alemanha e o que esperar da LGPD no Brasil. Confira abaixo.

Hauke Holtkamp
Hauke Holtkamp
Conte-nos um pouco sobre você:
“Eu me formei em Ciência da Computação e Engenharia Elétrica, e antes de fundar a ECOMPLY.io, trabalhei por 10 anos como desenvolvedor de software. Privacidade e proteção de dados sempre foi um interesse particular meu, principalmente porque está relacionada com a liberdade no âmbito da Internet. Nós apenas somos livres e, principalmente, capazes de agir de forma livre, se temos consciência das consequências de nossos atos. Edward Snowden mostrou ao mundo que há muito mais por trás das cortinas do que qualquer um de nós poderia imaginar. Isso é perigoso, e a legislação de proteção de dados nos ajuda a balancear esse risco. Sobre a minha vida pessoal, sou pai de dois meninos e gosto de tocar música com minha banda como hobby.” 
Quando falamos de inovação e empreendedorismo no Brasil, geralmente nos referimos ao Vale do Silício e também a alguns países como Israel e China. Como está a maturidade do ecossistema de inovação e startups na Alemanha? 
“Alemães são definitivamente influenciados pelas grandes indústrias já existentes no País, como a automotiva, e tendem a crescer pensando que vão trabalhar para uma dessas empresas ao invés de começarem o seu próprio negócio. No entanto, o sentimento em Munich é um pouco diferente: nós sempre sentimos que somos partes de um ecossistema de startups bastante encorajador e frutífero. Qualquer pessoa que desejar transformar uma ideia em negócio é capaz de encontrar financiamento, aconselhamento e suporte para seguir nesse caminho.”

Com a tecnologia, o boom das startups está acontecendo em todos os países e elas costumam resolver problemas específicos, geralmente com um novo modelo de negócio, tecnologia diferenciada ou mesmo mudando processos. Quais são as startups alemãs que você considera como referências no mercado? 
“Eu diria que o ecossistema de investimento alemão não está disposto a tomar grandes riscos ao ponto de investir em ideias mais ousadas que apresentam chance de fracasso, ainda que o retorno possa ser alto. Startups alemães normalmente concentram-se no desenvolvimento de soluções para necessidades óbvias do dia a dia, e geralmente estão no cenário B2B. Algumas referências para mim são Celonis, Flixbus e Wunderlist (essa última foi adquirida pela Microsoft e hoje se chama Microsoft Todo).”
O ECOMPLY.io é uma privacy tech alemã. Como e quando surgiu a ideia de explorar esse mercado e os desafios impostos pelas legislações de proteção de dados?
“A primeira vez que ouvi sobre a implementação do GDPR (Regulamento Geral de Proteção de Dados europeu) foi no outono de 2016. Naquela época, não estava claro o efeito que esse regulamento iria ter. Mas me fez pensar sobre o assunto e após pesquisar sobre o assunto, no início de 2017, percebemos que o impacto seria gigantesco e que nós éramos um dos primeiros a perceber isso. Hoje o curso de ação que tomamos parece óbvio. Mas naquele tempo, tivemos ideias em direções completamente diferentes.
Quem são os fundadores da ECOMPLY.io?
“A ECOMPLY.io foi fundada por mim e Aazar Shad. Infelizmente, Aazar teve que nos deixar em 2019. Eu comecei como CTO (Chief Technology Officer) da empresa e hoje atuo como CEO (Chief Executive Officer)

Atualmente, existem mais de 100 países com leis de proteção de dados no mundo, e a primeira lei sobre o tema surgiu na Alemanha, na década de 1970. O quanto esse tema está relacionado com a cultura de um país e quais os motivos de tanta preocupação com os dados pessoais atualmente?
“Alemães estão mais preocupados com a privacidade de seus dados do que cidadãos de outros países. Até onde eu sei, não há uma razão conclusiva para isso. Minha percepção é que, considerando nossa história com o regime Nazista e o estado de vigilância da Alemanha Oriental, nós aprendemos o quão rápido uma visão política pode se transformar em abuso de poder.”
Atualmente a ECOMPLY.io atua no mercado europeu, atendendo empresas que precisam estar em conformidade com o GDPR, e no mercado brasileiro, em que a LGPD acabou de entrar em vigor. Como surgiu a ideia de explorar o mercado brasileiro e qual é a relevância do Brasil no cenário de proteção de dados?
“O oferecimento dos nossos serviços no Brasil foi uma consequência natural da nossa oferta na Europa. Muitos aspectos da nossa regulamentação (GDPR) podem ser encontrados na LGPD. Nós descobrimos que o Brasil está passando exatamente pela mesma transição que a Europa passou em 2018. Considerando que o GDPR é baseado em duas décadas de aprendizado sobre privacidade e proteção de dados, inclusive na sua implementação, faz sentido compartilhar essa experiência com o restante do mundo e especialmente com  o Brasil.”
Qual o perfil dos clientes da ECOMPLY.io no Brasil?
“O software da ECOMPLY auxilia os consultores de privacidade e proteção de dados no seu trabalho diário. As pessoas que trabalham como consultores nesse ramo normalmente fazem parte ou de um escritório de advocacia, ou de uma consultoria focada em proteção de dados. ECOMPLY.io apresenta-se como um sistema operacional para esses negócios, fornecendo rotas mais rápidas para o lucro, reprodução de processos e uma base para um crescimento sistemático do negócio.”

No Brasil há um ecossistema empreendedor e de inovação que vem crescendo bastante e há privacy techs surgindo por aqui, além de empresas já consolidadas. Quais são os diferenciais do ECOMPLY.io para competir neste mercado?
“Nós possuímos 4 anos de experiência direta em gestão de proteção de dados pessoais e mais de 20 anos de experiência indireta das nossas vidas na Alemanha. Nós já fizemos parte do processo de transição que a nova regulamentação trouxe na Europa, em 2018. Nós sabemos o que é necessário para entender e desenvolver soluções específicas para esse desafio, o que nos diferencia das empresas locais e recém-fundadas.”

Fique à vontade para deixar a sua mensagem para os profissionais brasileiros de privacidade e proteção de dados pessoais.
“Temos satisfação em compartilhar nossa expertise e uma solução de software confiável para o Brasil, desenvolvida diretamente na Alemanha. Nós já vivenciamos a complexidade em que vocês se encontram agora, mas nesse mesmo cenário visualizamos as oportunidades que a nova legislação apresenta, as quais podem lhe ajudar a ser bem sucedido.”

Quer saber mais sobre como aproveitar nosso software para expandir seus negócios de DPO? Clique aqui